Coronavírus. Caso suspeito em Lisboa deu negativo, aguarda-se resultado no Porto

A Direção-Geral da Saúde informa que deu negativo um dos dois novos casos suspeitos de infeção por novo coronavírus (COVID-19) em Portugal, após avaliação clínica e epidemiológica.

O oitavo caso suspeito de infeção com o COVID-19, em Lisboa, resultou negativo, informou na noite de domingo a Direção-Geral de Saúde. O paciente foi encaminhado para o Hospital Curry Cabral e sujeito a colheitas de duas amostras biológicas. Da análise realizada pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), o coronavírus não foi detetado.

Tal como no nono caso, de um indivíduo no Porto, ambos regressaram recentemente da China. Neste caso, o doente encaminhado para o Centro Hospitalar Universitário de São João aguarda o resultado dos testes.

O Curry Cabral e o São João são as unidades hospitalares de referência para estas situações. Os doentes ficam aí internados e são sujeitos a colheitas para análise no INSA.

No sábado, o sétimo caso suspeito de infeção por novo coronavírus em Portugal resultou "negativo após realização de análises laboratoriais pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), com duas amostras biológicas negativas", informou a Direção Geral de Saúde.

No mesmo dia os 20 cidadãos portugueses repatriados da China saíram do isolamento profilático voluntário, que durou 14 dias, depois das segundas análises laboratoriais terem dado negativo, como informou a Direção-Geral de Saúde.

Lista de hospitais revelada esta segunda-feira

Esta segunda-feira a DGS irá dar a conhecer a lista de todos os hospitais que poderão receber doentes infetados ou com suspeitas de coronavírus, Na segunda-feira teremos a primeira lista de hospitais prontos para receber esses doentes, que tenham quartos de isolamento e de pressão negativa", disse Graça Freitas em conferência de imprensa no sábado, 14 de fevereiro.

Atualmente o Curry Cabral (adultos) e Estefânia (crianças), em Lisboa, e o hospital de São João (adultos e crianças), no Porto, os hospitas que podem receber doentes com coronavírus.

Até ao momento, o coronavírus Covid-19 já provocou 1.669 mortos e infetou cerca de 65 mil pessoas a nível mundial. A maioria dos casos ocorreu na China, onde a epidemia foi detetada no final do ano.

Além de 1.665 mortos na China continental, há a registar um morto na região chinesa de Hong Kong, um nas Filipinas, um no Japão e um em França.

Segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), há 44 casos confirmados na União Europeia e no Reino Unido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG