Detido por abusar de duas jovens em festival de música na Ericeira

Suspeito ficou em prisão preventiva, indiciado por atos de natureza sexual de pessoa incapaz de resistência e de importunação sexual praticados em dois dias de julho durante o Sumol Summer Fest

Um homem ficou em prisão preventiva após ter sido presente a um juiz de instrução criminal "fortemente indiciado pela prática de crimes de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência e de importunação sexual", indica a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL). As vítimas foram duas jovens.

Segundo a nota divulgada pela PGDL, o "arguido, de sexo masculino, é suspeito de, nos dias 7 e 8 de julho de 2018, no decurso do festival "Sumol Summer Fest" na Ericeira, ter praticado atos de natureza sexual contra duas jovens". Não é prestada mais informação sobre as circunstâncias em que ocorreram os crimes nem se a vítima estava incapaz de resistência temporariamente devido ao consumo de álcool ou outras substâncias.

O suspeito ficou em prisão preventiva "por se julgar verificado, em concreto, o perigo de continuação da atividade criminosa", revela ainda o órgão distrital do Ministério Público. A prisão preventiva foi decretada ontem e o processo encontra-se em segredo de justiça. O inquérito foi dirigido pela 4ª Secção do DIAP de Sintra/Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da Policia Judiciária.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG