Cerca de 460 polícias envolvidos em operação do regresso à escola

Cerca de 460 polícias estiveram envolvidos no acompanhamento do retorno à escola dos alunos do 11.º e 12.º anos e das creches através da vigilância e sensibilização sobre as normas em vigor devido à covid-19, indicou a PSP.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública refere que acompanhou "atentamente o retorno gradual à atividade letiva das famílias e dos estabelecimentos de ensino do 11.º e 12.º anos de escolaridade e 2.º e 3.º anos dos cursos de dupla certificação do ensino secundário e as creches com opção de apoio à família".

Segundo a PSP, esta operações baseou-se na intensificação da vigilância, patrulhamento de visibilidade e de proximidade, realização de ações de sensibilização sobre a situação de saúde pública e fiscalização do cumprimento das medidas de saúde pública previstas no quadro legal especial em vigor devido à pandemia de covid-19.

A PSP indica que, desde 18 de maio e até hoje, estiverem envolvidos nesta operação que decorreu em todo o país 462 polícias afetos ao policiamento de proximidade da Escola Segura, que organizaram 49 ações de sensibilização sobre o contexto atual e saúde pública em 43 estabelecimentos do ensino pré-escolar, abrangendo 590 crianças e 191 ações de sensibilização em 151 estabelecimentos do ensino secundário, abrangendo 3941 jovens.

No total, participaram nestas ações de sensibilização 455 professores ou auxiliares e 392 pais.

A PSP refere ainda que o retorno à atividade letiva decorreu "sem problemas relevantes e com toda a comunidade muito empenhada e colaborante na estrita observação das regras de saúde pública, condição absolutamente fundamental para o sucesso de uma operação desta tipologia".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG