Zoom acaba com limite de 40 minutos nas videochamadas grátis a pensar no Natal

Suspensão começa nesta sexta-feira e dura duas semanas, até ao fim das festas de final de ano.

Com as famílias a procurarem formas seguras de passar o Natal "juntas", mesmo que só virtualmente, a Zoom decidiu suspender durante duas semanas o limite de 40 minutos para as videochamadas gratuitas.

A suspensão começa já esta sexta-feira, último dia da festa judaica do Hanukkah e prolonga-se até dia 1 de janeiro de 2021.

"Como sinal de apreço pelos nossos utilizadores durante estes tempos extraordinários, vamos remover o limite de 40 minutos para as videochamadas gratuitas em todas as contas de Zoom. Quer seja para estarmos juntos no último dia do Hannukah, para celebrar o Natal, para nos vermos no Ano Novo ou no Kwanzaa [festa afro-americana de celebração da vida que decorre de 26 de dezembro a 1 de janeiro], aqueles que se quiserem ligar aos amigos e familiares não vão ser interrompidos".

Esta decisão foi saudada pelas autoridades de saúde, que têm pedido às famílias para evitarem o contacto direto nesta época de festas, temendo uma terceira vaga na pandemia de covid-19 no início de 2021.

O Zoom não é, contudo, a única opção gratuita para um Natal com distanciamento social. O Google Meet é grátis para todos os utilizadores até 31 de dezembro, mas se preferir pode optar pelo Messenger do Facebook, pelo Face Time da Apple ou o Houseparty, o chat que passou recentemente a ter uma parceria com o videojogo Fortnite.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG