Suíça vai inaugurar o funicular mais íngreme do mundo

O elevador liga o cantão de Schwyz até ao resort de esqui de Stoos, no coração do país

A Suíça construiu um funicular que é o mais íngreme do mundo. Demorou mais de uma década a completar e localiza-se no coração dos Alpes suíços.

O presidente suíço, Doris Leuthard, irá inaugurar oficialmente o projeto no domingo, que ligará o cantão de Schwyz até ao resort de esqui de Stoos - que se encontra a 1300 metros acima do nível do mar no coração da Suíça.

O funicular - que custou 52 milhões francos suíços (cerca de 44,6 milhões de euros) - proporcionará o máximo de conforto aos seus passageiros enquanto sobre 743 metros num total de 1738 metros e a uma velocidade de mais de 10 metros por segundo. Isto porque as carruagens, em forma de barril, vão-se adaptando à inclinação das montanhas - que ultrapassa uma percentagem de 110 - à medida que o veículo se movimenta em direção ao pico montanhoso.

"Depois de 14 anos a planear e construir, estamos todos muito orgulhosos com o resultado final", disse Ivan Steiner, o porta-voz da ferrovia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG