Rússia testa com êxito um novo míssil hipersónico no aniversário de Putin

A Marinha russa testou com sucesso um míssil de cruzeiro hipersónico Tsirkon, anunciou o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas russas, general Valery Gerasimov, ao presidente Vladimir Putin, que celebra o 68.º aniversário.

Falando com Putin por videoconferência, Valery Gerasimov disse que o ataque atingiu com sucesso um alvo naval no mar de Barents (no oceano glaciar ártico) e foi realizado na terça-feira a partir do navio almirante Gorshkov, que estava localizado no mar Branco, no norte da Rússia.

Putin, que em março de 2018 prometeu reforçar a presença militar da Rússia no Ártico, falando em mísseis hipersónicos e uma nova geração de armas russas, elogiou o lançamento bem-sucedido.

"Este é um grande evento não apenas para a vida das Forças Armadas, mas também para toda a Rússia, para todo o país", disse Putin a Gerasimov.

O general Gerasimov acrescentou que o míssil de cruzeiro atingiu o alvo diretamente a uma distância de 450 quilómetros. O militar especificou que o Tsirkon atingiu uma altura máxima de 28 quilómetros e o seu voo durou quatro minutos e meio.

"Desenvolveu uma velocidade hipersónica superior a Mach 8 [oito vezes a velocidade do som]", sublinhou Gerasimov, acrescentando que, uma vez concluídos os testes do Tsirkon, está planeado equipar navios e submarinos russos com este novo míssil de cruzeiro.

Putin, que celebra o 68.º aniversário nesta quarta-feira, congratulou-se e afirmou que equipar as Forças Armadas com "os mais recentes sistemas de armas, sem análogos no mundo", garante a capacidade de defesa da Rússia por muito tempo.

"Sabemos que por detrás deste trabalho está o grande trabalho dos nossos cientistas, construtores, trabalhadores talentosos, especialistas militares", disse Putin, que felicitou todos os participantes na criação do Tsirkon.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG