Quatro detidos em Paris por suspeita de planearem atentado terrorista

Três homens e uma mulher foram detidos esta quarta-feira na capital francesa. Teriam ligações a grupos radicais islâmicos

Quatro pessoas foram detidas na madrugada de quarta-feira em Paris por suspeitas de que planeavam um atentado na capital francesa, segundo escreve a televisão TF1. Segundo a TF1, as pessoas foram detidas num bairro operário do 18.º bairro de Paris e no subúrbio de Seine-Saint-Denis pela polícia antiterrorista.

Os suspeitos incluem dois irmãos franceses de origem turca, um homem francês de 28 anos chamado Youssef E., que já era conhecido dos serviços antiterroristas, e a sua companheira.

Youssef E. foi condenado a cinco anos de prisão em março de 2014, mas foi libertado em outubro de 2015. Os quatro suspeitos estavam todos sinalizados por terem ligações a grupos radicais islâmicos.

Nas buscas realizadas esta manhã, a polícia antiterrorista também apreendeu uma embalagem de munições para Kalashnikov, material informático e um cofre.

De acordo com a TF1, que cita fonte da Direção-Geral da Segurança Interna (DGSI), os suspeitos eram vistos como uma ameaça iminente, e estariam a planear atentados no centro de Paris. No entanto, uma fonte da polícia que falou ao Le Figaro afirmou que não se tratava de uma ameaça iminente. "Não se pode falar, nesta fase, de um projeto iminente de atentado", disse uma das fontes ao jornal francês.

As detenções surgem um dia após uma operação em Bruxelas que deixou um homem morto e quatro agentes da polícia feridos, que visava realizar buscas relacionadas com os atentados de 13 de novembro em Paris, nos quais 130 pessoas morreram.

As buscas de terça-feira num apartamento no bairro de Forest, em Bruxelas, resultaram num tiroteio no qual um homem, identificado como um imigrante argelino que vivia na Bélgica ilegalmente, foi morto pela polícia. Dois suspeitos que estavam no local estão a monte, sendo ainda procurados pela polícia.

Exclusivos