Príncipe Carlos diz que o pai está a ser "muito bem" acompanhado

O duque de Edimburgo, de 98 anos, está desde sexta-feira internado no hospital King Edward VII, em Londres, para observação e tratamento de uma condição pré-existente. Desde então que não há notícias sibre o seu estado.

O príncipe Filipe, marido da Rainha Isabel II de Inglaterra, está a ser "muito bem" acompanhado no hospital onde foi internado na sexta-feira "por precaução", anunciou hoje o príncipe Carlos.

"Estão a tratar muito bem dele [do príncipe Filipe] no hospital", afirmou o filho, o príncipe Carlos, durante uma visita a uma área inundada no norte da Inglaterra, acrescentando que "por enquanto, é tudo o que" sabem.

O duque de Edimburg, de 98 anos, foi internado na sexta-feira no hospital King Edward VII, em Londres, para observação e tratamento de uma condição pré-existente, segundo o Palácio de Buckingham.

A mesma fonte indicou ainda que a hospitalização é apenas uma "medida de precaução, a conselho do médico de sua alteza real".

Desde então, nenhum esclarecimento foi dado sobre qual o problema de saúde do príncipe ou sobre o período previsto de hospitalização, quando faltam poucos dias para o Natal.

A família real britânica costuma passar o Natal na zona de Sandringham, em Norfolk (leste de Inglaterra).

A Rainha Isabel II deixou o Palácio de Buckingham, em Londres, na sexta-feira de manhã e deslocou-se de comboio até Sandringham.

Em junho de 2017, o príncipe Filipe já tinha sido hospitalizado, durante dois dias, para tratar uma infeção.

Filipe, que tem o título nobiliárquico de duque de Edimburgo, casou com Isabel em 1947 e tornou-se o consorte que mais tempo serviu, na história britânica, tendo deixado de participar em compromissos públicos em 2017.

Ainda assim, o duque de Edimburgo não se retirou completamente da atividade real e continua a acompanhar, em várias cerimónias oficiais, a rainha, que também tem reduzido o número de aparições públicas, embora não demonstre intenções de abdicar do trono.

O seu filho e herdeiro, o príncipe Carlos, tem substituído Isabel II em várias viagens ao exterior, tal como os netos William e Harry.

A família real britânica vive tempos conturbados, abalada pelas acusações de envolvimento do príncipe André, segundo filho de Isabel II, no caso de Jeffrey Epstein -- o empresário acusado de assédio sexual de menores -- e pelos ataques do príncipe Harry contra a imprensa tabloide, que ele acusa de maltratar a mulher, Meghan.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG