Primeira condenação: três meses de prisão por palmada em mulher no autocarro

Foi a primeira condenação no âmbito da nova lei francesa sobre ofensas sexistas

Um homem que deu uma palmada no rabo de uma mulher num autocarro francês foi condenado a três meses de prisão e a pagar uma multa de 300 euros, naquela que é apontada como a primeira sentença no âmbito de uma lei contra a violência sexual e sexista em França que criou uma nova infração, a ofensa sexista.

O tribunal deu como provado que o homem de 30 anos entrou no autocarro alcoolizado e atacou uma jovem de 21 anos - deu-lhe uma palmada no rabo e depois começou a insultá-la, chamando-lhe nomes e criticando o seu aspeto físico, segundo a rádio Europe1.

A jovem pediu então ajuda ao motorista, que também foi alvo do agressor, mas teve tempo de fechar as portas e chamar a polícia. O caso passou-se na semana passada.

O homem foi condenado por um tribunal em Evry a nove meses de prisão pelo ataque à jovem e ao motorista, seis dos quais de pena suspensa, e a pagar 300 euros pelos comentários.

A nova lei entrou em vigor em agosto. A ministra da igualdade, Marlene Schiappa, já manifestou a sua satisfação, elogiando ainda o comportamento do motorista do autocarro.

Esta sentença surge semanas depois de um caso que indignou França, quando um homem agrediu violentamente uma jovem o confrontou depois de alguns insultos. Todo o episódio foi gravado pelas câmaras de videovigilância e Marie publicou-a no Facebook e no Twitter. A reação foi gigantesca: "É um problema de todas as mulheres."