Piloto evita desastre aéreo e salva mais de 400 vidas

Erro do controlador aéreo ia provocando uma tragédia. Rapidez do piloto salvou os passageiros de dois aviões

O piloto de um Airbus A320 evitou um acidente no aeroporto internacional Shangai Hongqiao, na China, ao perceber a tempo que, devido a um erro dos controladores aéreos, o seu avião ia embater noutro avião que se aproximava da pista.

He Chao deu conta do perigo e conseguiu levantar voo a tempo, evitando a colisão entre os aviões da China Eastern Airlines. O ato do piloto salvou a vida dos 147 passageiros do A320 e dos 266 que seguiam no outro avião A330.

O incidente aconteceu a 11 de outubro e tanto o piloto como a tripulação foram recompensados pela companhia aérea. O piloto recebeu três milhões de yuan, o equivalente a cerca de 400 mil euros, e cada membro da tripulação recebeu 600 mil yuan, 80 mil euros.

Os relatórios da autoridade civil de aviação revelaram que as aeronaves estiveram a apenas 19 metros de distância, segundo a CNBC. As autoridades atribuem a culpa do quase desastre a um erro dos controladores aéreos.

A tragédia evitada foi simulada em computador.

(Notícia corrigida às 10:11: piloto e tripulação receberam em yuan)

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.