Menina nasce com o coração fora do corpo e sobrevive

Após três operações ainda se encontra ligada a um ventilador, mas está melhor do que o esperado pela equipa médica. Pais falam em algo "para lá de um milagre"

Vanellope Hope Wilkins nasceu há três semanas com uma condição rara e e já passou por três operações para a corrigir. A menina nasceu com o coração fora do corpo e sem esterno.

Bastante rara, a ectopia cardíaca acontece pouquíssimas vezes por cada milhão de nascimentos, sendo que o mais comum é acontecer em crianças que nascem já mortas, explica a BBC. O Glenfield Hospital, em Leicester, explicou que não conhece outro caso no Reino Unido em que o bebé tenha sobrevivido.

"É uma verdadeira lutadora", dizem os pais, Naomi Findlay, de 31 anos, e Dean Wilkins, de 43, que são de Nottingham, e explicaram também que o nome Vanellope vem de uma princesa de um filme da Disney.

Os pais, após alguns testes e exames, foram aconselhados a terminar com a gravidez porque as "hipóteses de sobrevivência eram quase zero", referiu Dean. "Ninguém acreditou que ela ia sobreviver, exceto nós", acrescenta o pai.

A mãe referiu que não teria sido capaz de interromper a gravidez, principalmente depois de ver batimentos cardíacos logo às nove semanas de gestação. "Deu-me força para continuar", explicou.

Vanellope estava prevista para a véspera de Natal mas foi necessário efetuar um parto de cesariana a 22 de novembro para evitar os riscos de infeção e possíveis danos no coração. Aquando do nascimento estava presente na sala uma equipa de 50 pessoas.

A primeira das três operações aconteceu logo 50 minutos depois do nascimento e, na última intervenção, a própria pele da menina foi usada para tapar o coração. Os pais falam em algo "para lá de um milagre", mas faltam ainda alguns passos, como desligar o ventilador que a está a ajudar a recuperar das operações.

"Antes de ela nascer as coisas pareciam muito más, mas agora estão muito melhor. Vanellope está muito bem e provou ser muito resiliente", afirmou Frances Bu'Lock, pediatra e cardiologista.

Exclusivos