Japão desenvolve comboio capaz de atingir 360 quilómetros por hora

A companhia ferroviária japonesa JR East vai começar a testar em 2019 um novo modelo de comboio de alta velocidade capaz de atingir os 360 quilómetros por hora, disse um porta-voz da empresa.

O modelo, designado "Alfa-X", será a base para uma nova geração de comboios de alta velocidade japoneses que a empresa pretende ter a funcionar em 2030, e o primeiro protótipo vai contar com dez vagões, explicou o porta-voz.

O "Alfa-X" vai superar a velocidade dos comboios do modelo "Shinkansen", atualmente em circulação no Japão, entre os quais os mais rápidos são os da série "E5 Hayabusa", usados na linha que liga Tóquio à região de Tohoku (norte) e que atingem os 320 quilómetros por hora.

A nova geração de comboios de alta velocidade japoneses vai começar a operar ao mesmo tempo que está prevista a extensão da linha de alta velocidade até à cidade de Sapporo, na ilha de Hokkaido.

Por sua vez, a JR Central, do mesmo grupo que a JR East, está a desenvolver um comboio de levitação magnética (maglev) de super alta velocidade que deverá iniciar o serviço comercial em 2027.

Esta linha, que será designada "Chuo Shinkansen" e com circulação de comboios a mais de 500 quilómetros por hora, vai ligar inicialmente Tóquio a Nagoya (centro do Jaapão) e posteriormente vai ser ampliada até Osaka, no oeste.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG