Obama: "A má notícia é que o meu sucessor no cargo não concorda comigo"

Barack Obama já apontou o dedo ao atual presidente dos EUA. Ex-presidente lamentou que Trump tenha revertido algumas medidas aplicadas pela sua administração

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama já está a discursar no Porto, num evento dedicado às alterações climáticas. Na conferência Climate Change Leadership Porto Summit 2018, que decorre no centro da cidade, o auditório é composto em exclusivo por convidados, que só puderam entrar com telemóveis. O 44.º presidente dos Estados Unidos não fará declarações à imprensa.

Barack Obama já apontou o dedo ao atual presidente americano, numa intervenção que está a ser acompanhada pelo JN. Falando do controlo das emissões de dióxino de carbono, Obama lamentou que Trump tenha revertido algumas medidas aplicadas pela sua administração. "A má notícia é que o meu sucessor no cargo não concorda comigo. E fez um esforço para retroceder algumas medidas. Só que estavam tão embrenhadas na economia dos EUA que todas as companhias perceberam que eram boas para o negócio."

O ex-presidente dos EUA deixou também o aviso de que "as alterações climáticas influenciam as migrações", lembrando o caso sírio e o empobrecimento rural resultante da diminuição da capacidade de produção da terra.

Em frente ao Coliseu, o passeio do outro lado da Rua Passos Manuel foi acolhendo desde o fim da manhã vários curiosos e pessoas atraídas pelas notícias da presença de Obama. O entusiasmo pela hipótese de ver de perto o antigo presidente norte-americano foi alimentando conversas e amizades de ocasião, mas com o passar do tempo foi sendo substituído pela desilusão, face às notícias de que Obama, afinal, entraria por uma outra porta, traseira, longe dos olhares da multidão.

O aglomerado perdeu gente, mas ainda há várias dezenas de populares (entre portuenses e turistas surpreendidos) à espera de um aceno de Obama no final da conferência.

À falta de Obama, foi Marques Mendes a ganhar o concurso de popularidade à entrada para o coliseu. O antigo líder do PSD e atual comentador foi bastante saudado e distribui até beijos. Assunção Cristas também foi notada, mas a líder do CDS provocou reações mais diversas.

25 perguntas

Barack Obama é um dos quatro conferencistas do Climate Change Leadership Porto, um debate sobre alterações climáticas organizado pelo setor vinícola em colaboração com várias instituições e empresas. A sua intervenção decorre desde as 15.00 e está prevista para durar uma hora, partilhando o palco do Coliseu do Porto com o anterior orador, Juan Verde, perito em economia verde. Obama vai responder a cerca de 25 perguntas previamente selecionadas.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.