Homem usa cobra como "máscara" no autocarro

Caso passou-se próximo de Manchester. Passageiro acabou por se convidado a sair do transporte.

Existem as máscaras descartáveis de uma só utilização, existem as máscaras reutilizáveis, existem ainda as máscaras de tecido, laváveis, cuja utilização o primeiro-ministro, António Costa, já veio sugerir no início do mês aos portugueses por questões ambientais e de apoio à indústria têxtil nacional.

Agora novidade novidade é a "máscara" de proteção da covid-19 que um homem decidiu usar num autocarro no Reino Unido, entre Swinton e Manchester na segunda-feira. À primeira vista, parecia um mero cachecol que também servia de proteção das vias respiratórias mas, de repente, o objeto começou a sibilar... Um passageiro gravou a situação em vídeo e publicou-a no YouTube:

Tratava-se, de facto, de uma longa cobra enrolada ao pescoço que cobria depois a boca e parcialmente o nariz.

Outro canal de YouTube disponibilizou imagens mais claras:

Teria sido uma forma de garantir, apesar da duvidosa proteção respiratória, o distanciamento social? Se era essa a ideia, descreve a BBC, saiu furada. Uma testemunha no local garantiu que os outros passageiros acharam o incidente "muito engraçado" e não se incomodaram minimamente com o animal.

"Ninguém pestanejou", garantiu a passageira ao serviço público de informação britânico, pedindo apenas para não ser identificada.

Seja como for, o caso criou um problema para as autoridades de transportes, uma vez que a utilização de um meio de proteção respiratória para passageiros acima dos 11 anos é obrigatória.

"As regras do governo claramente afirmam que estas proteções não têm de ser máscaras cirúrgicas e que os passageiros podem fazer as suas próprias máscaras ou utilizar algo apropriado, como um cachecol ou uma bandana", disse à BBC um porta-voz da rede de transportes de Manchester. "E apesar de haver aqui uma certa dose de interpretação do que podemos usar, não cremos que tal se aplique à pele de cobra.... especialmente quando esta está ainda agarrada à mesma!"

O passageiro foi assim convidado a sair do transporte.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG