Ex-presidente colombiano Álvaro Uribe testa positivo para a covid-19

Ex-presidente e mentor político testa positivo um dia depois de a Suprema Corte ordenar-lhe prisão domiciliária

Álvaro Uribe, ex-presidente e mentor político do presidente colombiano, Iván Duque, testou positivo para o novo coronavírus um dia depois de a Suprema Corte ordenar-lhe prisão domiciliária, informou o seu partido esta quarta-feira.

Uribe, de 68 anos, contraiu a covid-19, "mas está bem de saúde", informou à AFP o Centro Democrático, partido político do qual é líder.

Desde cedo, relatos da imprensa local especularam sobre o seu estado de saúde, após uma junta médica entrar na fazenda El Ubérrimo, onde Uribe se encontra, no departamento de Córdoba, no norte do país.

O anúncio foi feito em meio ao terremoto político gerado pela ordem de detenção do ex-presidente, que governou o país entre 2002 e 2010.

Na terça-feira, a Corte Suprema ordenou a prisão domiciliária de Uribe, enquanto o investiga e decide se o chama a depor em julgamento por manipular testemunhas contra um legislador da oposição.

Uribe, que sempre alegou inocência e tem um sólido apoio popular pela linha dura com que combateu as guerrilhas de esquerda, poderá ser julgado por suborno e fraude processual, crimes que são punidos com uma média de oito anos de prisão.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG