Coreia do Norte: Navio russo retido há uma semana

Retenção deveu-se a violação das regras de entrada e permanência em território da Coreia do Norte.

A Coreia do Norte mantém retido há uma semana um barco de pesca russo com 17 tripulantes sob acusação de violação de águas territoriais, informou esta quarta-feira a embaixada russa em Pyongyang. "Os guardas da fronteira norte-coreana apreenderam" a embarcação de pesca russa em 17 de julho por "violação das regras de entrada e permanência em território da Coreia do Norte", informou a embaixada em comunicado.

O barco, com 17 tripulantes a bordo, 15 russos e dois sul-coreanos, está atualmente ancorado no porto de Wonsan, segundo a mesma fonte. O capitão, o adjunto e dois marinheiros sul-coreanos foram alojados num hotel da cidade portuária nas margens do Mar do Japão, enquanto outros marinheiros permanecem no barco.

Na segunda-feira, diplomatas russos do consulado russo na Coreia do Norte reuniram-se com os membros da tripulação que estão "em boa saúde". "A embaixada russa está em contacto permanente com as autoridades norte-coreanas (...) e está a tomar todas as medidas necessárias para resolver a situação o mais rápido possível", é referido no comunicado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG