Chuvas intensas causam 22 mortos e mais de 260 mil deslocados na China

As autoridades acionaram um alerta de nível IV. Estimam-se danos no valor de 987 milhões de euros

As chuvas intensas que atingem o sul da China provocaram, este fim de semana, a morte de 22 pessoas e deixaram 20 desaparecidos, informou hoje a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

São já 267.800 as pessoas deslocadas graças às fortes chuvas e tempestades que atingiram a maior parte do sul da China desde sábado, elevando os rios para níveis perigosos.

Os danos na cidade de Liye após o rio ter transbordado são visíveis.

As condições climatéricas resultaram também no desabamento de 10.500 casas e danificaram 324.000 hectares de cultivo.

No conjunto, as perdas económicas ascendem a 7,34 mil milhões de yuan (987 milhões de euros).

Nos próximos três dias estão previstas chuvas torrenciais no sul da China, o que levou as autoridades a lançar um alerta nível IV, o menor da escala prevista pelas equipas de resgate chinesas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG