China eleva para 632 o número de mortos

Os 20 cidadãos que chegaram a Portugal no domingo, vindos de Wuhan, continuam a não revelar sintomas de coronavírus e só vão repetir as análises no fim do isolamento, avançou, esta quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde.

As autoridades de saúde chinesas elevaram para 632 o número de mortos provocados pelo novo coronavírus, que infetou mais de 30 mil pessoas.

Na atualização desta quinta-feira à noite, as autoridades da província de Hubei revelam que há mais 69 mortes e 2447 casos de infeção.

Cerca de 200 casos foram identificados em mais de 20 países diferentes e na quarta-feira morreu a primeira pessoa contaminada no território de Hong Kong.

Num paquete mantido em quarentena ao largo do Japão, o número de casos detetados subiu para 20, depois de terem sido observados 273 dos 3700 passageiros a bordo.

A Organização Mundial de Saúde declarou na quinta-feira passada uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG