China considera "inaceitável" ameaça de Trump a propósito de Pyongyang

China rejeita ameaças de Donald Trump em aplicar sanções comerciais contra países que negoceiam com Pyongyang.

A China classificou esta segunda-feira como inaceitável e injusta a ameaça do presidente dos EUA de suspender o comércio com países que fazem negócios com a Coreia do Norte.

Donald Trump escreveu domingo na rede social Twitter que Washington está a considerar suspender o comércio com "qualquer país que faça negócios com a Coreia do Norte".

O comentário do presidente norte-americano surgiu após Pyongyang ter realizado o seu sexto nuclear e o mais poderoso de todos até à data.

"É inaceitável uma situação em que, por um lado, trabalhamos para resolver esta questão pacificamente, mas por outro lado, os nossos interesses são sujeitos a sanções e ameaças", disse hoje Geng Shuang, porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros.

"Isto não é nem objetivo, nem justo", acrescentou.

A China é o maior aliado diplomático e parceiro comercial do regime de Kim Jong-un.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG