África com mais 275 mortes e 13.418 infetados por covid-19 nas últimas 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 275 mortes devido à covid-19 e 13.418 novas infeções, elevando os números totais para 38 196 e 1 569 680, respetivamente, segundo os últimos dados relativos à pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de recuperados nos 55 Estados-membros da organização foi de 5 319, para um total de 1 297 625 desde o início da pandemia.

De acordo com o África CDC, a África Austral continua a registar o maior número de casos de infeção e de mortos, com 19 009 vítimas mortais e 758 802 infetados.

Só na África do Sul, o país mais afetado do continente, estão registados 690 896 casos e 17 673 mortes.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, tem 387 534 pessoas infetadas e 11 945 mortos e, na África Ocidental, o número de infeções é de 181 156, com 2 661 vítimas mortais.

A região da África Oriental contabiliza agora 183 544 casos de infeção e regista 3 485 vítimas mortais e na África Central há 58 644 casos e 1 096 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6 040 mortos e 104 387 infetados, e Marrocos contabiliza 2 572 vítimas mortais e 149 841 casos.

A Argélia surge logo a seguir, com 52 783 infeções e 2 089 mortos.

Entre os seis países mais afetados estão também a Etiópia, com 83 429 casos e 1 277 vítimas mortais, e a Nigéria, com 60 103 infetados e 1 115 mortos.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos. Angola regista 218 mortos e 6 246 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5 062 casos), Moçambique (70 mortos e 9 844 casos), Cabo Verde (74 mortos e 6 913 casos), Guiné-Bissau (40 mortos e 2 385 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 922 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e sessenta e nove mil mortos e perto de 37 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG