15 elogios vindos de fora a Portugal no combate ao vírus 

Da cooperação entre governo e oposição ao sentido cívico da população, passando pela regularização dos imigrantes e refugiados para terem acesso ao SNS, a imprensa internacional não poupa louvores ao país nestes tempos de pandemia.

Sobre o acesso dos imigrantes e refugiados ao SNS

"Generosidade, mas também medida de salubridade pública: ao regularizar todos, o governo deu acesso a toda a população residente em Portugal ao sistema de saúde gratuito e universal; todos protegem todos contra a covid-19"

France Inter (30 de março)

"Portugal deu temporariamente plenos direitos de cidadania a todos os imigrantes e refugiados, garantindo-lhes acesso total ao sistema nacional de saúde num momento em que a pandemia alastra no país"

CNN (30 de março)

Sobre a infeção e a mortalidade comparada com outros países europeus

"Portugal até agora tem conseguido controlar o crescimento explosivo de casos que está a acontecer noutros países europeus"

Forbes (19 de março)

"O principal vizinho de Espanha está a fazer muito melhor. Apesar de mil quilómetros de fronteira com Espanha, Portugal tinha 200 mortos por coronavírus na semana passada quando Espanha já ultrapassava os dez mil"

New York Times (7 de abril)

"Comparando os balanços de mortos nos países da Europa Ocidental, Portugal parece ser uma exceção. Ao ponto de alguns evocarem um milagre português"

Le Figaro (3 de abril)

Sobre a reação governamental

"Estado de emergência prolongado até 17 de abril, rendas suspensas em Lisboa até junho para aqueles com maiores dificuldades económicas, migrantes regularizados até dia 1 de julho: Portugal tenta resistir ao tsunami"

Le Monde (3 abril)

Sobre a capacidade de reação da sociedade

"Atentos às informações chegadas de todo o lado, os portugueses autodisciplinaram-se. Migraram para as suas casas no campo, deixaram de ir aos cafés, bares e restaurantes e tiraram os filhos da escola"

RTBF (5 de abril)

"No início de março o presidente Marcelo Rebelo de Sousa tornou-se o primeiro chefe de Estado a fazer quarentena voluntária. Felizmente, foi falso alarme, mas também serviu de alerta"

Der Spiegel (9 de abril)

"Portugal é considerado hoje um bom exemplo de controlo ao avanço do coronavírus. Os portugueses seguiram à risca as recomendações da Organização Mundial de Saúde e logo no início da pandemia"

TV Globo (13 de abril)

"Mais tempo para se preparar é uma população obediente às medidas de confinamento ajudaram Portugal a gerir a pandemia de coronavírus"

Euronews (14 de abril)

Sobre a gestão da pandemia

"Uma resposta rápida e flexível ao pior cenário"

The Guardian (19 de abril)

"Portugal revelou-se um dos países do mundo que, até agora, administrou com mais êxito a crise da saúde relacionada com o coronavírus"

El País (25 de abril)

Sobre o papel cooperante da oposição

"A outra grande virtude portuguesa foi manter uma frente unida. Para tal, este país possui trunfos preciosos: uma pequena população de dez milhões, um centralismo político bem aceite em geral, a ausência de resistências internas significativas e nomeadamente de qualquer movimento populista extremista"

Le Temps (7 de abril)

"A política portuguesa volta a dar um exemplo ao resto do planeta mostrando o apoio entre os partidos para superar esta crise sanitária"

Ás (7 de abril)

"Portugal enfrenta a epidemia do coronavírus com números excecionalmente baixos - 735 mortes num país de 10,28 milhões de habitantes, frente às mais de 20800 em Espanha, com 46,9 milhões - e um governo socialista forte liderado pelo primeiro-ministro António Costa, que vai conseguindo apoios parlamentares. Mesmo assim, o líder da oposição estendeu-lhe a mão gratuitamente, sem contrapartidas"

El País (20 de abril)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG