Lisboa acolhe a maior conferência de media na era da realidade aumentada

GEN Summit está marcada para os dias 30 e 31 de maio e 1 de junho

Foi apresentada esta quarta-feira, em Lisboa, a edição deste ano daquela que é uma das mais importantes conferências de media do mundo. A GEN Summit vai acontecer no Pátio da Galé, em Lisboa, entre os dias 30 de maio e 1 de junho, com uma edição que tem por tema: "A caminho da realidade aumentada nas redações".

Na conferência de imprensa de apresentação, Bertrand Pecquerie, CEO da Global Editors Network (GEN), mostrou-se satisfeito por terem escolhido a cidade de Lisboa para acolher esta conferência por dois anos (2018 e 2019) e falou dos desafios que os media enfrentam e como se pode chegar a soluções.

Pelo Pátio da Galé vão passar mais de 750 diretores, académicos, executivos noticiosos e inovadores dos media de mais de 70 países. No conjunto, vão discutir tendências, desafios e visões do jornalismo de hoje e do futuro. Noventa oradores vão debater os três principais temas que estão divididos pelos três dias da conferência: Disrupção, personalização e monetização.

Com oradores vindos do Washington Post, ProPublica, Reuters, Universidade de Columbia, BBC, Google ou India Today, Bertrand Pecquerie não tem dúvidas que estão reunidas as condições para atrair muitos interessados. "Estamos a selecionar os melhores oradores e ainda há poucos dias estivemos a fechar nomes e os participantes percebem esse cuidado na escolha e por isso esgotam a GEN Summit." Até porque: "São pessoas que têm soluções para os problemas e ideias", garantiu.

As notícias escritas por robôs

Na antecipação do futuro parece haver uma certeza. As redações vão ter robôs que produzem notícias. Nisso acreditam Bertrand Pecquerie e João Vasconcelos, consultor sénior da Clearwater International e antigo secretário de Estado da Indústria. "A redação de realidade aumentada vai ter robôs que vão ser mais rápidos e que não são inimigos dos jornalistas", defendeu o CEO da GEN.

Para João Vasconcelos, que deu uma masterclass antes da conferência de apresentação da GEN Summit, os robôs irão estar nas redações "para fazer as notícias que não precisam de intervenção humana e vão ser mais rápidos".

Aos jornalistas vai caber o trabalho "de investigação aprofundada", apontou Bertrand Pecquerie. No evento, do qual a Global Media é parceira, vão estar representantes da Associated Press e Reuters, que o responsável da GEN considerou serem "pioneiros na integração de inteligência artifical na redação".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.