Zelensky diz que a Rússia deve ser reconhecida como "Estado patrocinador do terrorismo"

Na segunda-feira, um ataque com mísseis russos atingiu um centro comercial no centro da cidade de Kremenchuck, no leste da Ucrânia, com cerca de mil pessoas no interior.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esta terça-feira que a Rússia deve ser reconhecida como "Estado patrocinador do terrorismo" depois de um ataque com mísseis a um centro comercial na cidade de Kremenchuck ter morto pelo menos 20 pessoas.

"Apenas terroristas insanos, que não deveriam ter lugar na Terra, lançam mísseis contra objetos civis", disse Zelensky no seu canal do Telegram, acusando a Rússia de realizar "ataques calculados" contra infraestruturas civis.

"A Rússia deve ser reconhecida como um estado patrocinador do terrorismo. O mundo pode e deve parar o terror russo", acrescentou Zelensky.

Na segunda-feira, um ataque com mísseis russos atingiu um centro comercial no centro da cidade de Kremenchuck, no leste da Ucrânia, com cerca de mil pessoas no interior.

O vice-chefe de gabinete do presidente ucraniano, Kryrylo Tymoshenko, disse numa conferência de imprensa que "mais de 20 pessoas" morreram no ataque, atualizando um número anterior de 18 mortos. Acrescentou que mais de 40 pessoas ainda estão desaparecidas.

"Alguns corpos não podem ser identificados por estarem fortemente queimados. Pode levar alguns dias para identificá-los", disse o ministro do Interior da Ucrânia, Denys Monastyrsky, no mesmo briefing.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG