França permite regresso de britânicos a países europeus onde tem residência

As novas restrições francesas relacionadas com o covid-19 estão a causar confusão no Reino Unido, depois de uma decisão do governo francês ter impedido os britânicos de utilizarem o Túnel da Mancha para chegar à sua residência europeia, a menos que esta seja em França.

A França decidiu aliviar as restrições de viagem impostas aos britânicos com residência na União Europeia que desejam regressar "para o fim do ano" à sua residência noutros países europeus, revelou esta quinta-feira o Ministério do Interior.

Muitos cidadãos britânicos viajaram "de boa-fé" para o Reino Unido para a época de férias natalícias e "estão a ter dificuldades para regressar ao seu país de residência", segundo o ministério, que decidiu enviar "instruções de tolerância" aos postos fronteiriços.

As novas restrições francesas relacionadas com o covid-19 estão a causar confusão no Reino Unido, depois de uma decisão do Governo francês de 28 de dezembro ter impedido os britânicos de utilizarem o Túnel da Mancha para chegar à sua residência europeia, a menos que esta seja em França.

O Eurotunnel, que liga os dois países, explicou na quarta-feira que "a menos que possuam uma residência francesa, os cidadãos britânicos são agora considerados cidadãos de países terceiros e não podem atravessar a França para chegar ao seu país de residência na UE".

Para superar esta situação, o Ministério do Interior veio agora dizer que irá facilitar a passagem dessas pessoas, mas insistindo que não houve alterações às regras e que se tratava da aplicação das instruções fronteiriças, após o ´Brexit`.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG