França investiga nova variante após foco em hospital da Bretanha

A nova variante foi sequenciada a partir de um foco que apareceu no hospital de Lannion, no noroeste do país, com 79 casos, dos quais oito eram desta nova variante. Está a ser investigada o grau de transmissão desta nova variante.

A França está a investigar uma nova variante do vírus da covid-19 detetada na Bretanha, nomeadamente o grau de transmissão e se tem consequências mais graves nas pessoas afetadas, disse na segunda-feira a direção-geral da Saúde francesa.

A nova variante foi sequenciada a partir de um foco que apareceu no hospital de Lannion, no noroeste do país, com 79 casos, dos quais oito eram desta nova variante, disseram as autoridades de saúde numa declaração.

Por agora, foi decidido colocar a nova estirpe sob "sob vigilância", depois de vários pacientes com sintomas de covid-19 terem testado negativo.

As análises efetuadas a esta nova variante "não permitem concluir nem maior gravidade nem uma maior contagiosidade" em relação à estirpe tradicional, embora estejam a ser efetuadas "investigações aprofundadas" para a conhecer melhor.

Também se procurará determinar se as vacinas atuais são eficazes contra esta nova estirpe.

Todos os centros de rastreio em França receberam indicações para que nos seus testes tenham em conta esta nova estirpe.

Pandemia é responsável por mais de 90 mil mortes em França

Morreram na segunda-feira em França 333 pessoas devido à covid-19, elevando o total de mortes no país para 90 788 desde o início da pandemia.

Estão atualmente internadas 25 469 pessoas nos hospitais franceses e 4219 desses pacientes estão nos cuidados intensivos, mais 92 do que na véspera.

Desde domingo foram detetados 6471 novos casos, aumentando assim o total de casos detetados no país para 4 078 133.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2 654 089 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG