Dez casos de covid em cruzeiro obrigam a testar 3.200 pessoas

Dez casos de covid-19 foram detetados entre a tripulação e os passageiros de um navio de cruzeiro da Norwegian Cruise Line (NCL) que retorna neste domingo (5) a Nova Orleans com milhares de pessoas a bordo, informaram as autoridades de saúde dos EUA.

O Departamento de Saúde da Louisiana afirmou que "O 'Norwegian Breakaway' partiu de Nova Orleans em 28 de novembro e parou em Belize, em Honduras e no México", com mais de 3.200 pessoas a bordo. O departamento disse que todos os que viajam no navio serão testados para a covid-19 antes de desembarcar.

"Aqueles que testaram positivo para a covid-19 viajarão em veículos pessoais diretamente para suas próprias residências ou serão isolados de acordo com os regulamentos atuais em acomodações fornecidas pelo NCL", tuitou o departamento de saúde.

A indústria de cruzeiros foi severamente atingida pela pandemia. As viagens de cruzeiro foram suspensa nos Estados Unidos em março de 2020, quando as autoridades de saúde emitiram uma ordem para prevenir as infeções por covid.

Alguns navios de cruzeiro retomaram suas atividades na Europa e outros destinos no ano passado, mas a proibição permaneceu nos Estados Unidos.

Depois de um ano de enormes perdas, a indústria de cruzeiros retomou suas viagens dos Estados Unidos em maio deste ano, quando as autoridades de saúde deram luz verde para passageiros e tripulantes vacinados.

O Canadá suspendeu a proibição dos navios de cruzeiro que operam nas suas águas no mês passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG