Premium Será um ano em cheio na Justiça. Política, militares e futebol no tribunal

Da Operação Marquês aos processos que envolvem militares, são vários os casos judiciais que em 2019 vão conhecer decisões importantes.

O ano de 2019 promete ser de "excecional complexidade" para a justiça. Com juízes, procuradores do Ministério Público e funcionários judiciais em protesto, não se sabe até quando, são vários os casos que irão ter decisões seja em fase de julgamento ou em matéria de acusação. A Operação Marquês concentra muitas atenções com a instrução do processo, mas 2019 será também um ano em que os tribunais vão receber muitos arguidos ligados às Forças Armadas e ao futebol.

É considerado o maior processo judicial em Portugal, por integrar como principal acusado um ex-primeiro-ministro e um volume de corrupção invulgar que se estende a gestores como Ricardo Salgado, Zeinal Bava ou Henrique Granadeiro. A Operação Marquês entra na fase de decisões em 2019 com a instrução a ter início em janeiro. O juiz Ivo Rosa, do Tribunal Central de Instrução Criminal, já agendou datas de sessões até maio, cinco por mês, mas a duração da instrução deve estender-se por um período de tempo difícil de prever. O julgamento, se houver pronúncia dos arguidos, dificilmente arrancará em 2019. Nesta fase de instrução, várias testemunhas, indicadas por arguidos, irão ser ouvidas para o juiz tomar depois uma decisão.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG