Candidata portuguesa à maior organização da juventude da Europa

Ana Lídia Pereira é candidata à liderança da Juventude do Partido Popular Europeu. É a primeira mulher a entrar na corrida para a presidência do YEPP.

Os portugueses estão mesmo a conquistar o mundo." A líder da JSD, Margarida Balseiro Lopes, exalta assim a candidatura de uma conimbricense, Ana Lídia Pereira, à liderança da Juventude do Partido Popular Europeu (YEPP), a maior organização política de juventude da Europa.

"Esta candidatura é muito importante porque nunca conseguimos almejar uma posição tão prestigiada nesta organização", garante a também deputada social-democrata. O lugar mais destacado de portugueses no YEPP é uma vice-presidência, que já foi ocupada pelo antigo líder da JSD e deputado do PSD Duarte Marques.

Ana Lídia Pereira, de 27 anos, vive em Bruxelas e é hoje também uma das vice-presidentes da organização. Foi em Coimbra que entrou para a JSD, onde teve vários cargos. É mestre em estudos económicos europeus pelo Colégio da Europa, de Bruges, e consultora sénior na Deloitte, depois de ter passado pela Ernest&Young e pelo Banco Europeu de Investimento.

Margarida Balseiro Lopes destaca ainda o facto de se tratar de uma candidatura no feminino. "Penso que também é a primeira vez que acontece na corrida à presidência da organização."

Ana Lídia Pereira anda por estes dias em campanha em Bruxelas à procura do apoio para ser eleita - sobretudo do apoio do "bloco alemão", que pesa muito na juventude do Partido Popular Europeu, família política do PSD no Parlamento Europeu. A entrega das candidaturas ao cargo acontece na próxima quarta-feira.

Os portugueses estão mesmo a conquistar o mundo.

A Juventude do Partido Popular Europeu tem estatutos próprios, programa político e representantes eleitos e os membros do YEPP são as juventudes partidárias a nível nacional.

O objetivo de todas as 51 organizações membros visa influenciar a formação das suas sociedades com ideias de centro-direita, democracia-cristã e ideais conservadores. O YEPP reúne entre um e dois milhões de jovens em 38 países da Europa, o que o torna a maior organização política juvenil na Europa. O próximo congresso vai realizar-se na primeira semana de novembro, em Atenas.

Margarida Balseiro Lopes sublinha ainda a importância do YEPP no contexto das próximas eleições europeias, em que vão entrar para as campanhas eleitorais nos vários Estados membros temas como o brexit e as migrações. Este tema é, aliás, um dos que têm merecido maior atenção por parte dos jovens do Partido Popular Europeu.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.