Sarina não chegou a Portugal sozinha. Com ela, trouxe os pais e a irmã, mais velha, que investiram num
Premium

Ensino Superior

Alunos estrangeiros passaram de 12 mil para 50 mil desde o ano 2000

São 50 mil os inscritos em universidades e politécnicos do país e representam 13% da totalidade do ensino superior. Três alunos explicam porque escolheram Portugal.

Sarina, Morgan e Antonio concordam: o mais difícil é o idioma. De resto, Portugal é um destino económico, a educação é de excelência e não há nada como a malta portuguesa, mestre nas boas-vindas. Acreditam que é exatamente por isso que o número de estudantes estrangeiros - estatuto que ocupam - tem aumentado nas universidades portuguesas. Só neste ano, subiu cerca de 40% face ao período homólogo. De acordo com dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), já são cerca de 50 mil no total, quase mais 40 mil desde o início do milénio (12 717).

No Irão, a vida corria a um ritmo bem diferente, demasiado lento para as grandes ambições de Sarina, de 20 anos. Por isso, há cerca de um ano, mudou-se para Lisboa como estudante de Ciências da Comunicação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova. É a primeira vez que tem a oportunidade de ser aluna num outro país e também a primeira que viaja para Portugal. Sabia que queria sair do Irão, devido ao clima político nacional. E sabia que queria sair acompanhada da irmã, de 28 anos. "Mas percebemos que não conseguiríamos rumar a esta aventura sem a nossa família, por isso partimos todos juntos" - Sarina, a irmã e os pais.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.