Carolina Beatriz Ângelo com os colegas do Curso Médico-Cirúrgico - Espólio de Jorge Marçal da Silva cedida
Premium

livro

Antes delas… ninguém: as mulheres que estremeceram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras

Ninguém esquece o primeiro dia no emprego. Os colegas não nos conhecem, sabemos quase nada sobre as rotinas da empresa e sentimos uma necessidade aflitiva de provar a toda a hora aquilo que valemos. O incómodo passa à medida que as semanas e os meses também passam. Olhemos agora para as primeiras mulheres nos escritórios, nos hospitais, no exército ou nos tribunais cheio de homens. Os olhos deles como picadas de insetos, mostrando que o lugar delas não era ali.

Imaginem como terá sido o primeiro dia - e os dias seguintes - destas 59 mulheres que Luísa Paiva Boléo e Margarida Pereira-Müller juntaram no livro As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens, da Esfera dos Livros, que agora chegou às livrarias. Não há uma sequência cronológica a conduzir estas histórias. Nem tem de haver. Umas mais e outras menos conhecidas, cada uma, no seu tempo, arrombou uma porta e deu passagem a todas as que vieram a seguir. Juntas abriram brechas no domínio masculino em áreas como a magistratura, a militar, o cinema, a aviação, a música, os transportes, as engenharias, a política ou o desporto.

Ler mais

Exclusivos