Premium A cultura da solidão em seis episódios de 18 minutos

Uma série de televisão para ver na Netflix I Am Not Okay With This tornou-se um clássico instantâneo na América. É baseada numa BD de culto e é um produto televisivo com temas nada óbvios como traumas depressivos, cultura da solidão ou descoberta da identidade sexual.

Adolescentes no interior da América, cultura pop, uma rapariga com poderes transcendentes. Pensa-se em Stranger Things, da Netflix, é certo. Mas, coincidências à parte, a nova série I Am Not Okay With This, também da Netflix, é um outro bicho. A primeira temporada de seis episódios, todos eles à base dos 18 minutos, é um daqueles vícios irresistíveis. Um cruzamento de Teenage Angst sobre as dores de crescimento com um twist sobre superpoderes.

Mesmo tendo questões que derivam da fantasia da cultura comic, a série que adapta a novela gráfica de Charles Forsman é um prodígio de intensidade dramática e com uma respiração eminentemente cinematográfica, por vezes a jogar no terreno do sobrenatural adulto - a citação maior talvez seja a Carrie, de Stephen King.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG