Exclusivo Merkel em guerra com a covid-19 a um ano de deixar o poder

Chanceler queria novas restrições contra a pandemia, mas esbarrou nos líderes regionais. Dentro de uma semana, ou os números baixam ou Berlim vai passar dos apelos às exigências.

A chanceler alemã, Angela Merkel, foi obrigada a pôr um travão nas novas restrições para lutar contra a pandemia de covid-19 no país, depois de não ter conseguido chegar a acordo com os líderes das 16 estados que formam a República Federal da Alemanha. Em vez de vinculativas, as restrições aos contactos sociais são por enquanto apenas um apelo.

"Eu tinha imaginado impor novas restrições aos contactos, mas não houve maioria para isso", disse Merkel após a reunião, na segunda-feira, apelando aos alemães para manterem os contactos sociais no mínimo. "Restringir os contactos é a fórmula para o sucesso. Precisamos de restringir mais para alcançar o nosso objetivo", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG