Premium Coronavírus: restaurantes chineses de Lisboa já sentem quebra de clientes

O Xiang é um megarrestaurante em Telheiras, com o sistema de buffet, comida chinesa e japonesa, e que enche à hora do almoço. Desde que começou a epidemia de coronavírus na China, durante a semana já sente uma quebra de 10% no número de clientes. Ao fim de semana continua cheio, muitos dos clientes são vizinhos que o frequentam há mais de 20 anos.

Wo Senqun e Li Zhu fundaram o restaurante Xiang há 25 anos em Telheiras. Um casal simpático que foi alargando o espaço à medida que a clientela aumentava, fixando-se nos 250 lugares. Enche aos fins de semana. Muitas famílias, muitos aniversários e outras comemorações ali são festejadas. Já durante a semana sentem um decréscimo de 10% desde que surgiu a epidemia do coronavírus que já fez mais de 900 mortos, sobretudo na China. Os dias de trabalho são aqueles em que aos locais se juntam clientes antigos e muitos funcionários das empresas da zona.

O restaurante funciona à carta e também com preço fixo, sendo esta a modalidade mais escolhida: 7,90 euros ao almoço e 9,80 ao jantar e aos fins de semana. Comida à descrição.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG