Premium Teresa Leal Coelho divide candidatos à distrital de Lisboa do PSD

A vereadora na Câmara Municipal de Lisboa perdeu a confiança política da concelhia do PSD. Os candidatos na corrida à presidência da distrital dividem-se sobre a decisão. Se ganhar a eleição de sábado, Ângelo Pereira diz querer ouvir Leal Coelho. Sofia Vala Rocha, a opositora, apoia a decisão da concelhia.

Ângelo Pereira, próximo de Miguel Pinto Luz, candidato à liderança do PSD, diz ao DN que a primeira medida que irá tomar se for eleito, no sábado, presidente da maior distrital do partido, é a de "ouvir" o que tem Teresa Leal Coelho a dizer sobre o seu apoio à reeleição de Manuel Salgado, que foi vereador do PS, para a presidência da Sociedade de Reabilitação Urbana e que motivou a retirada da confiança política da concelhia social-democrata da capital. Só depois, diz o candidato, é que tomará uma posição sobre a situação da vereadora.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.

Premium

Viriato Soromenho Marques

Madrid ou a vergonha de Prometeu

O que está a acontecer na COP 25 de Madrid é muito mais do que parece. Metaforicamente falando, poderíamos dizer que nas últimas quatro décadas confirmámos o que apenas uma elite de argutos observadores, com olhos de águia, havia percebido antes: não precisamos de temer o que vem do espaço. Nenhum asteroide constitui ameaça provável à existência da Terra. Na verdade, a única ameaça existencial à vida (ainda) exuberante no único planeta habitado conhecido do universo somos nós, a espécie humana. A COP 25 reproduz também outra figura da nossa iconografia ocidental. Pela 25.ª vez, Sísifo, desta vez corporizado pela imensa maquinaria da diplomacia ambiental, transportará a sua pedra penitencial até ao alto de mais uma cimeira, para a deixar rolar de novo, numa repetição ritual e aparentemente inútil.