Premium Parlamento chinês reúne-se sob a ameaça da guerra comercial com os EUA

Reunião anual do Parlamento chinês acontece sob o espetro da guerra comercial com os Estados Unidos e perante o abrandamento do crescimento económico.

O momento alto anual da política chinesa tem início nesta semana com as reuniões plenárias dos órgãos legislativo e consultivo a nível nacional em Pequim, num ano marcado por desafios externos com a disputa comercial e tecnológica com os Estados Unidos e, internamente, por uma compressão do ritmo de crescimento da economia.

Esta é também a primeira reunião após a alteração constitucional adotada pela Assembleia Popular Nacional (APN) há um ano e que ditou a remoção do limite de mandatos para o cargo de presidente da República Popular da China, cimentando o poder do presidente e líder do Partido Comunista da China, Xi Jinping.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG