Premium Mais de 1500 crianças de 4 anos sem vaga no pré-escolar

Rede pública já devia garantir lugar para crianças desta idade, mas isso ainda não acontece na Grande Lisboa e no Grande Porto. Governo admite abrir mais salas, como fez nos últimos dois anos.

A um mês do início do ano letivo, ainda são mais de 1500 as crianças de 4 anos que não têm lugar na rede pública do pré-escolar, apenas em Lisboa. Nicolas Ferra tem a filha Leonor de 4 anos e meio nessa situação e, segundo lhe disseram no agrupamento, só em Alcochete 90 crianças de 4 e 5 anos ficaram fora da rede pública de jardins-de-infância (JI). Resta-lhes esperar que o Ministério da Educação (ME) abra mais vagas ou então recorrer aos privados.

Como a lei passou a determinar que a rede pública tem de garantir lugar para estas crianças, o ministério admite abrir mais salas até setembro. "Da mesma forma que aconteceu nos dois últimos anos letivos em que existiu a abertura de 170 novas salas, irão abrir-se neste ano novas salas de pré-escolar na rede do Ministério da Educação em colaboração com as autarquias, para acautelar as necessidades na procura."

Ler mais

Exclusivos