Premium Fomos à Capital do Natal: não há renas nem cai neve mas não é tão mau quanto se disse

Depois das críticas no fim de semana de abertura, a organização fez alguns ajustes. As renas estão ausentes por questões administrativas mas vão voltar em breve porque, diz o seu tratador, têm ali todas as condições necessárias.

Ainda antes de entrarmos na Capital do Natal, no corredor de acesso às bilheteiras, junto às barraquinhas de artesanato, há um animador vestido de rena e outros dois vestidos de elfos, os ajudantes do Pai Natal. São eles que recebem os visitantes com brincadeiras e se disponibilizam para tirar fotografias. É aproveitar, pois, para já, essa será a única rena que encontrarão em todo o parque de diversões.

Depois das fotografias tiradas no fim de semana e que rapidamente se espalharam pelas redes sociais, mostrando algumas renas entristecidas, estendidas sobre a relva falsa, os animais foram retirados do local. "Mas não teve nada que ver com as queixas", garante ao DN Jorge Carvalho, o responsável pelos Burros do Magoito, a Quinta Pedagógica de onde vieram as duas renas, macho e fêmea, contratadas para o evento. O que se passou, explica, é que numa das inspeções percebeu-se que faltava uma licença do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas que é exigida por lei e que ninguém sabia que era necessária. Trata-se de uma "licença estritamente administrativa", uma vez que, segundo a organização do evento, a vistoria do ICNF "verificou que estão reunidas todas as condições para o bem-estar e segurança dos animais, não tendo sido identificados quaisquer constrangimentos".

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG