O populista André e o "politicamente correto" Ventura
Premium

Chega

O populista André e o "politicamente correto" Ventura

O DN leu a tese de doutoramento do líder do Chega e descobriu um Ventura académico preocupado com direitos de agressores sexuais, a expansão do poder das polícias e a discriminação de minorias. O "politicamente correto", como hoje lhe chama o deputado André. Qual será o verdadeiro?

Quem, em face do discurso do líder do Chega e do programa do partido, poderia imaginar que já foi um defensor daquilo a que ele hoje dá o nome de "politicamente correto"?

Que argumentou contra o securitarismo, contra o populismo penal, contra os políticos que procuram ganhar votos com o acicatar dos medos e dos preconceitos; que defendeu os direitos dos suspeitos e até dos condenados, que se indignou com a discriminação das minorias e a perseguição dos muçulmanos, que lamentou o poder crescente das polícias e a adesão das populações a alterações legislativas que põem em causa os direitos humanos.

Ler mais

Exclusivos