Fertagus faz depender retirada de bancos dos comboios de inquérito aos utentes

Sondagem aos passageiros da transportadora do comboio da Ponte 25 de Abril vai decorrer em meados de outubro. Empresa admite deixar carruagens tal como estão.

A redução do número de bancos nos comboios da Ponte 25 de Abril pode não passar do papel. A Fertagus está a reavaliar a medida testada numa das 18 unidades da empresa desde o final de maio para responder ao aumento de 20% da procura de passageiros com a introdução dos novos passes. E vai perguntar aos utentes se querem comboios com mais lugares de pé ou não.

"Vamos realizar um inquérito aos clientes para perceber o que acham da retirada dos bancos do comboio", indica fonte oficial da transportadora ao DN/Dinheiro Vivo. Este questionário "vai decorrer em meados de outubro". Em paralelo, a Fertagus também vai fazer uma contagem ao número de utentes por unidade.

A decisão final da empresa detida pelo grupo Barraqueiro será tomada depois dessa avaliação, e terá igualmente em conta os eventuais benefícios financeiros da medida.

Há duas semanas, a Fertagus reforçou a oferta de comboios com oito carruagens (comboios duplos). Registou-se um aumento de 19 comboios duplos: 11 no sentido Lisboa-Setúbal e os restantes na direção oposta. Também foram acrescentadas cinco ligações até Setúbal - anteriormente, paravam em Coina. A empresa quer avaliar se este aumento de oferta foi suficiente para responder ao aumento de procura.

Também foram acrescentadas cinco ligações até Setúbal - anteriormente, paravam em Coina.

Entre abril e junho, os comboios suburbanos de Lisboa e Porto transportaram um total de 38,778 milhões de passageiros, o que compara com os 33,377 milhões de utentes que utilizaram este serviço no mesmo período de 2018.

Se a transportadora avançar com as mudanças nos comboios, cada unidade terá mais 48 lugares disponíveis - há menos 112 lugares sentados e mais 160 lugares de pé. Isto é possível através da colocação de varões e barras horizontais no hall de entrada das carruagens, onde existe uma maior concentração de passageiros.

A Fertagus conta com 18 unidades UQE 3500, comboios elétricos de dois andares com quatro carruagens, iguais às que a CP utiliza na Linha de Azambuja. Diariamente, circulam 17 das 18 unidades da empresa liderada por Cristina Dourado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG