Wall Street interrompe sessão por 15 minutos após queda de 7%

As transações na bolsa de Nova Iorque foram suspensas por 15 minutos depois de o índice S&P 500 ter registado, no início da sessão, uma queda de 7% devido ao pânico associado às consequências económicas do novo coronavírus.

No momento da interrupção, o índice Dow Jones Industrial Average recuava 7,29% e o Nasdaq, dominado pelo setor tecnológico, perdia 6,86%.

A descida de 7% do índice S&P 500, que representa as 500 grandes empresas de Wall Street, leva automaticamente a um mecanismo de interrupção temporária das transações. Se o índice chegar a uma queda de 13% haverá uma segunda interrupção de 15 minutos.

Após o recomeço da sessão, os três principais índices continuaram com quedas da ordem dos 7%, com o Dow Jones a ceder 7,48%, uma descida de 1.933,88 pontos.

Os investidores estão a fugir para ativos mais seguros, receosos de uma grave recessão mundial, com o impacto negativo do coronavírus a somar-se à guerra de preços do petróleo entre a Arábia Saudita e a Rússia, o segundo e o terceiro maiores produtores mundiais. Nem durante a crise financeira de 2008, a Bolsa norte-americana caiu mais de 7%.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG