Cimpor suspende contratos a 60 trabalhadores

Previsão de retoma em 2016 está longe de ocorrer. Em junho, autarquia local admitia a suspensão de apenas 30 trabalhadores

A Cimpor avançou no último mês para a suspensão dos contratos de cerca de 60 trabalhadores na unidade industrial de Loulé, número que duplica as suspensões antecipadas pelo autarca local em junho mas que fica aquém dos 200 que PCP e Bloco de Esquerda chegaram a temer. A Cimpor contava com 849 trabalhadores em Portugal no final de 2015, menos 20 que em 2014. Este valor compara com os 1338 trabalhadores com que o grupo contava no país há dez anos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.