Governo prolonga suspensão de voos de e para fora da União Europeia

Até 17 de maio, apenas serão permitidas ligações para países com forte presença de portugueses e também para os países de língua portuguesa.

Estão suspensos, por mais 30 dias, os voos de Portugal para fora da União Europeia. Até 17 de maio, apenas são permitidas ligações aéreas em situações excecionais, refere o despacho do Governo publicado esta sexta-feira em Diário da República. Também será permitida a entrada em território nacional das aeronaves do dispositivo especial de combate a incêndios florestais.

O Governo permite também a realização de viagens de e para países de língua portuguesa (no Brasil, só nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro); para Reino Unido, Estados Unidos, Venezuela, Canadá e África do Sul; e ainda para os países associados ao Espaço Schengen (Liechtenstein, Noruega, Islândia e Suíça).

Desde 18 de março que estão suspensas as ligações para fora da União Europeia.

Mais cedo, desde 16 de março, não são permitidas as ligações aéreas entre Portugal e Espanha. Esta suspensão irá vigorar até 14 de maio, segundo resolução do Conselho de Ministros publicada na terça-feira.

Em março, no primeiro mês em que foram sofridos os efeitos da covid-19 na Europa, foram registados menos 24 mil voos nos aeroportos portugueses.

* jornalista Dinheiro Vivo, a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG