Associação de Certificação garante segurança nas empresas e no regresso ao trabalho

Nova especificação da ​​​​​​​APCER visa garantir que as empresas seguem normas de segurança e que os seus trabalhadores estão em segurança.

A APCER - Associação Portuguesa de Certificação - lançou esta semana a marca Covid Safe, que pretende ajudar a "restabelecer a confiança e segurança" de colaboradores, clientes e parceiros "no regresso gradual ao trabalho e na abertura da economia". Um serviço que está a gerar um interesse "muito significativo" junto das empresas.

"Vamos fazer um webinar de apresentação deste novo produto na quinta-feira e temos já casa cheia garantida e no mesmo dia em que anunciámos o evento chegámos às mil inscrições. Isto no primeiro dia de contacto com o mercado, o que prova que o interesse é muito grande", explicou, ao DN/Dinheiro Vivo, o presidente da APCER, José Leitão.

O novo serviço foi desenhado tendo por base as orientações da Direção Geral da Saúde, da Autoridade para as Condições do Trabalho e da Organização Internacional do Trabalho. Pretende verificar no local a "eficaz implementação de procedimentos e práticas de segurança e saúde, no sentido de mitigar eventuais situações disruptivas". E embora a expectativa fosse de um grande interesse por parte de empresas que lidam com o consumidor final, como o comércio, a distribuição, a restauração ou a hotelaria, o certo é que há um grande peso da base industrial, onde as empresas querem assegurar a segurança dos seus trabalhadores, antes de mais. "Há uma grande preocupação, genuína, das empresas com os seus colaboradores, querem-nos tranquilos e seguros de que as boas práticas de saúde e segurança estão a ser devidamente implementadas", adianta José Leitão.

Fundada em 1996, a APCER é líder da certificação em Portugal, com mais de sete mil certificados emitidos

A especificação Covid Safe é dirigida a todas as organizações, independentemente do sector de atividade, dimensão e natureza jurídica, sendo constituída por um conjunto de requisitos comuns, que são complementados por requisitos específicos em função do sector de atividade da organização.

Fundada em 1996, a APCER é líder da certificação em Portugal, com mais de sete mil certificados emitidos. Conta com clientes de referência em todos os setores de atividade em Portugal e no estrangeiro, já que, dos 11 milhões de euros que faturou o ano passado, os mercados externos pesaram 40%. Espanha, Brasil, China, Emirados Árabes Unidos e América Latina são as geografias onde opera.

E embora a pandemia de covid-19 tenha obrigado ao encerramento temporário de muitas atividades, a APCER conseguiu manter-se a laborar com um nível de atividade "bastante razoável". "Na área do climate change estamos a fazer a prestação de serviços remotos a 100% e noutras a 50%. O que não podemos realizar, reagendamos para depois do estado de emergência. O impacto não foi relevante, garante o presidente da APCER, que recusa ver neste novo serviço uma nova área de negócio. "É, claramente, um serviço de contexto que só se manterá nesta situação de emergência sanitária. E espero que essa necessidade desapareça o mais rapidamente possível". E acrescenta: "Porque é um serviço, e não um negócio, manteremos as tarifas aos nossos clientes, não vamos alterar rigorosamente nada".

A especificação Covid Safe será revista pela APCER sempre que as autoridades de saúde divulguem novas orientações, sendo que a declaração e a marca são renováveis a cada seis meses.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG