Vídeos exclusivos. A invasão pelas câmaras no interior da Academia

DN revela em exclusivo as imagens captadas no sistema de videovigilância da Academia de Alcochete. Veja Jorge Jesus em contacto com os invasores, Manuel Fernandes a escapar ileso e Frederico Varandas nas instalações onde se veem elementos tanto a lançar como a apagar tochas.

Foram 15 minutos que marcam a história do Sporting. Dois dias depois da derrota do Sporting na Madeira frente ao Marítimo, depois da equipa ter sido recebida com insultos no regresso a Alvalade e com a saída de Jorge Jesus a ser dada como certa, um grupo de adeptos invadiu a Academia, em Alcochete, a 15 de maio, por volta das 17 horas. Agora, o DN revela as imagens exclusivas do sistema de videovigilância da Academia do Sporting.

Passados seis meses, o Ministério Público (MP) considera Bruno de Carvalho, então presidente do Sporting, suspeito de ter incentivado o ataque pelo qual hoje estão em prisão preventiva 38 homens acusados de crimes que variam entre ameaça agravada, sequestro, dano com violência, posse de arma proibida e terrorismo. E é aqui que, apurou o DN, as equipas de defesa de alguns dos arguidos se preparam para apresentar argumentos.

Nas imagens de videovigilância a que o DN teve acesso é possível ver comportamentos diferentes entre os agressores - se alguns lançam tochas, danificam carros e se apresentam balançando cintos, outros apagam engenhos pirotécnicos, cruzam-se com Jorge Jesus, Manuel Fernandes e Frederico Varandas sem os agredir. Esta fragilidade na acusação é uma das que já causa mal estar entre PGR e as forças de autoridade envolvidas no caso.

Na sexta-feira, dia em que a acusação foi fechada pelo MP, vieram a público vários detalhes da violência levada a cabo durante a invasão. As trocas de mensagens entre envolvidos a sugerir "tochada neles" e pedir atenção especial a "esse merdas" William Carvalho e Rui Patrício fazem parte das 143 páginas do documento, assim como uma referência à presença de Bruno de Carvalho numa reunião de planeamento na véspera do ataque. No total, são 44 os arguidos, 38 dos quais estão em prisão preventiva, estando os seis restantes, entre eles o ex-presidente Bruno de Carvalho e Nuno Mendes, líder da Juventude Leonina, sujeitos a termo de identidade e residência.

Exclusivos

Premium

Nuno Severiano Teixeira

"O soldado Milhões é um símbolo da capacidade heroica" portuguesa

Entrevista a Nuno Severiano Teixeira, professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e antigo ministro da Defesa. O autor de The Portuguese at War, um livro agora editado exclusivamente em Inglaterra a pedido da Sussex Academic Press, fala da história militar do país e da evolução tremenda das nossas Forças Armadas desde a chegada da democracia.

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Dos pobres também reza a história

Já era tempo de a humanidade começar a atuar sem ideias preconcebidas sobre como erradicar a pobreza. A atribuição do Prémio Nobel da Economia esta semana a Esther Duflo, ao seu marido Abhijit Vinaayak Banerjee e a Michael Kremer, pela sua abordagem para reduzir a pobreza global, parece indicar que estamos finalmente nesse caminho. Logo à partida, esta escolha reforça a noção de que a pobreza é mesmo um problema global e que deve ser assumido como tal. Em seguida, ilustra a validade do experimentalismo na abordagem que se quer cada vez mais científica às questões económico-sociais. Por último, pela análise que os laureados têm feito de questões específicas e precisas, temos a demonstração da importância das políticas económico-financeiras orientadas para as pessoas.