Saída de Jesus do Al-Hilal custará menos de dois milhões de euros ao Benfica

Há vontade de Luís Filipe Vieira e do treinador para o regresso ao clube da Luz, mas falta acertar o timing para consumar a reentrada

Jorge Jesus é o principal candidato para render Rui Vitória como treinador do Benfica. E para esse regresso acontecer os encarnados terão de pagar a cláusula de rescisão do técnico com os sauditas do Al Hilal que, ao que o DN apurou, é inferior a dois milhões de euros, uma verba que, no fundo, se apresenta como acessível aos cofres da Luz.

Quer o atual treinador do Al Hilal quer Luís Filipe Vieira, presidente dos encarnados, têm vontade para que o reencontro se torne uma realidade, dando sequência a conversas que ambos têm mantido regularmente. Contudo, as duas partes vão ter de encontrar o timing ideal para o regresso de Jesus que, de acordo com fontes contactadas pelo DN, estaria planeado apenas para o final da temporada.

No entanto, a saída iminente de Rui Vitória, após a goleada sofrida em Munique que culminou uma série de exibições e resultados menos conseguidos, poderá precipitar esse regresso, em princípio para o mês de janeiro. É que o Benfica irá ter duas semanas intensas, durante as quais realizará cinco jogos, enquanto Jesus enfrenta igualmente uma fase importante na época do Al Hilal, que esta sexta-feira joga no Iraque com o Al-Naft para a Liga dos Campeões árabes, recebendo no dia 8 de dezembro o Al Nassr, treinado por Hélder Cristóvão, naquele que é um jogo importantíssimo na luta pelo título saudita.

Assim sendo, a ideia de Luís Filipe Vieira é que Bruno Lage, que até agora orientava a equipa B, assuma o comando da equipa principal nesta fase transitória, sendo que o cenário encarado como ideal por todas as partes seria até final da época, embora o horizonte de janeiro tenha de ser tido em conta se os resultados não forem de acordo com as expectativas do presidente do Benfica.

A entrada imediata de Jorge Jesus na Luz é um cenário que não pode ser descartada, sobretudo se no sábado o Benfica não vencer o Feirense, no Estádio da Luz, em jogo a contar para a 11.ª jornada da Liga.

Jorge Jesus foi treinador do Benfica durante seis temporadas, entre 2009/10 e 2014/15, período durante o qual conquistou três títulos de campeão nacional, uma Taça de Portugal, cinco Taças da Liga e uma Supertaça, além de ter atingido por duas vezes a final da Liga Europa.

No final da época 2014/15, em final de contrato com os encarnados, Jesus mudou-se para o Sporting, numa transferência polémica que originou mesmo um processo em tribunal, que mais tarde acabou por ser retirado por acordo entre as duas partes. No último verão, Jesus deixou os leões após o ataque à Academia de Alcochete por parte dos adeptos, tendo optado por aceitar um convite dos sauditas do Al Hilal para um contrato de um ano.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG