Coronavírus adia mundiais de atletismo de pista coberta

Evento estava marcado para Nanjing, de 13 a 15 de março.

Os Campeonatos do Mundo de atletismo de pista coberta foram adiados por um ano, devido ao surto do novo coronavírus, com origem na China, anunciou hoje a federação internacional da modalidade."É lamentável que tenhamos de concordar com os organizadores dos Campeonatos Mundiais de atletismo em adiar o evento para março de 2021", pode ler-se no comunicado esta quarta-feira divulgado pelo organismo que rege a modalidade.

Na nota disponibilizada, a World Athletics refere que "optou por não cancelar os campeonatos a pensar na vontade dos atletas", previstos para Nanjing, de 13 a 15 de março, mostrando-se otimista quanto à marcação de uma nova data no próximo ano para sediar o evento, "lamentado" ainda que a cidade de chinesa tenha ficado fora de hipótese.

A China elevou para 132 mortos e mais de 5900 infetados o balanço de vítimas do novo coronavírus detetado no final do ano em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).

As quase 6000 infeções confirmadas mostram que já foi ultrapassado na China o número de pessoas afetadas durante a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), que atingiu 5327 pessoas entre novembro de 2002 e agosto de 2003, segundo dados oficiais.

Hoje, foi identificado um caso de contágio pelo novo coronavírus (2019-nCoV) nos Emirados Árabes Unidos, o primeiro detetado em países do Médio Oriente.

Além do território continental da China, foram reportados casos de infeção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Austrália, Canadá, Alemanha, França e Emirados Árabes Unidos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG