Avançado da Juventus foge de Itália e regressa à Argentina

Gonzalo Higuaín não respeitou a quarentena decretada pelo clube e fretou um jato, tendo escapado às autoridades com um atestado médico onde demonstrava que não estava infetado.

O futebolista argentino Gonzalo Higuaín protagonizou um episódio rocambolesco na noite desta quarta-feira. De acordo com o jornal La Reppublica, o avançado ignorou o período de quarentena decretado pela Juventus a todos os seus futebolistas e funcionários, depois do teste positivo de Daniele Rugani, e fugiu para a Argentina.

O colega de equipa de Cristiano Ronaldo deixou a sua casa e rumou ao aeroporto Torino Caselle, onde apresentou um certificado médico que atestava que o seu teste de coronavírus tinha resultado negativo. À sua espera na pista estava um jato particular.

Os agentes da polícia fronteiriça que controlam de forma apertada as entradas e saídas de Itália, bem como os voos internos, acabaram por nada poder fazer para evitar a viagem de Higuaín, apesar de terem entrado em contacto com a Juventus sobre se o certificado era verdadeiro. Ainda assim, o La Reppublica assegura que não é claro que os responsáveis da Vecchia Signora estariam informados da decisão do goleador, que terá decidido viajar para a Argentina porque a sua mãe sofre de uma doença oncológica e não a via há algum tempo.

Sabendo que estão proibidos os voos diretos entre Itália e a Argentina, Higuaín planeou a viagem com a sua família fazendo escalas em França e Espanha, de onde apanhará um voo para a América do Sul.

Refira-se que este não é o primeiro jogador da Juventus que deixou Itália nesta crise causada pela pandemia de covid-19, pois Cristiano Ronaldo encontra-se na Madeira para onde viajou, logo no início do surto em território italiano, para visitar a mãe que sofreu um AVC. Mas também Miralem Pjanic e Sami Khedira abandonaram Turim e viajaram para o Luxemburgo e para a Alemanha, respetivamente, assim que souberam que os seus testes ao covid-19 deram negativos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG