Andebol, basquetebol, hóquei em patins e voleibol cancelam competições

As modalidades de pavilhão decidiram esta quarta-feira cancelar a época 2019-20, juntando-se, 21 dias depois, ao futsal, que tinha sido a primeira vítima da pandemia de covid-19.

As cinco principais modalidades de pavilhão ficam, assim, sem campeão, sendo que, na altura da interrupção dos campeonatos, o FC Porto comandava no andebol, o Sporting no basquetebol e no futsal e o Benfica no hóquei em patins e no voleibol.

Durante esta quinta-feira António Costa deverá anunciar qual será o desfecho das competições profissionais de futebol.

O futsal encerrou em 08 de abril, por determinação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o andebol estava suspenso "por tempo indeterminado", o basquetebol "até data a indicar", o hóquei em patins "até nova informação" e o voleibol até 31 de agosto.

No andebol, numa época marcada pelo sexto lugar de Portugal no Europeu de 2020, o FC Porto venceu a primeira fase com 25 vitórias e um empate, partindo para a fase final apenas mais um ponto do que o Sporting (38 contra 39 -- a metade de 75 e 77), que só cedeu face aos portistas (29-29 fora e 23-27 em casa).

Por disputar, estava ainda a Taça de Portugal, que parou nos quartos de final, com os três grandes na corrida, numa temporada que começou em 25 de agosto, com o triunfo dos azuis e brancos na Supertaça, face ao Águas Santas, por 28-22, em Lamego.

No basquetebol, liderava o regressado Sporting, que só perdeu um jogo na fase regular do campeonato, no reduto do Benfica (85-79), que, por seu lado, apenas cedeu em Alvalade (81-75) e na casa do FC Porto (87-79), o terceiro classificado.

A prova foi interrompida após 22 de 26 jornadas e faltavam ainda os decisivos playoffs. A final four da Taça de Portugal teria um FC Porto-Benfica e um Sporting-Vitória de Guimarães.

No arranque da temporada, o FC Porto venceu a Oliveirense na Supertaça e, já em janeiro, a formação de Oliveira de Azeméis bateu os grandes na Taça Hugo dos Santos, o Sporting, nas meias, e o Benfica, que superara o FC Porto, na final.

O campeonato de hóquei em patins parou na 19.ª de 26 rondas, com o Benfica a liderar (49 pontos), seguido de Sporting (46), Oliveirense (44) e FC Porto (42).

A Taça de Portugal seguia nos oitavos de final, enquanto o primeiro troféu disputou foi para o museu do FC Porto, que bateu a Oliveirense por 6-4, em 05 de outubro de 2019, em Coimbra.

Em relação ao voleibol, os encarnados somavam por vitórias todos os jogos realizados: ganharam a Supertaça (3-0 ao Fonte Bastardo), os 24 jogos no campeonato -- faltavam duas rondas e os playoffs - e os dois na Taça de Portugal.

A Taça também fica pelo caminho, sendo que faltava a final four, em Gondomar, com Benfica e Sporting presentes.

O futsal foi o primeiro a ser encerrado, com o campeonato na ronda 20, de 26, e o Sporting a comandar, com mais dois pontos do que o Benfica (55 contra 53).

Além da Liga, também foi cancelada a Taça de Portugal, prova em que, nos quartos-de-final, os leões tinham eliminado o Benfica (5-3). Nas meias, defrontariam os Leões de Porto Salvo e o Sporting de Braga encontrava o Portimonense.

Na época 2019/20, concluíram-se duas provas, com o Sporting a arrebatar a Supertaça, com um 6-2 ao Benfica, em 30 de agosto, em Torres Novas, e os encarnados a Taça da Liga, ao baterem os verdes e brancos por 5-4, em 12 de janeiro, em Matosinhos.

Com o fecho dos campeonatos, as equipas de andebol e hóquei em patins do FC Porto, as de futsal e voleibol do Benfica e a de basquetebol da Oliveirense, bicampeã em título, continuam como campeões em título, face às conquistas de 2018/19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 217 mil mortos e infetou mais de 3,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Perto de 860 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 973 pessoas das 24.505 confirmadas como infetadas, e há 1.470 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG