Suspeito de atropelar adepto italiano do Sporting fica detido

Suspeito entregou-se na sede da Polícia Judiciária em Lisboa

O suspeito de atropelar mortalmente um adepto italiano, na madrugada do passado sábado, entregou-se às autoridades ao início da tarde desta quinta-feira. O homem ficou detido e está indiciado por homicídio, segundo o Correio da Manhã.

A notícia, que foi avançada pela SIC Notícias, foi entretanto confirmada à agência Lusa por uma fonte da PJ. O homem, que se pôs em fuga depois de atropelar Marco Ficini, de 41 anos, nas imediações do estádio da Luz, entregou-se nas instalações da Polícia Judiciária em Lisboa acompanhado pelo advogado, Carlos Melo Alves.

Segundo a SIC Notícias, o suspeito tem cerca de 30 anos e pertence à claque benfiquista dos No Name Boys. Ainda durante a tarde desta quinta-feira, foi interrogado por um procurador do Ministério Público. A mesma fonte refere que o homem já era esperado pelas autoridades.

Recorde-se que, na terça-feira, a Polícia Judiciária apreendeu o automóvel que terá sido utilizado para atropelar Marco Ficini. O veículo, um Renault Clio, foi recolhido por um reboque na zona dos Moinhos da Funcheira, na Amadora. Tinha sido identificado através das imagens de videovigilância do sistema de segurança do Estádio da Luz, que o Benfica forneceu às autoridades.

A Procuradoria-Geral da República abriu entretanto um inquérito ao caso da morte de Ficini, provocada pelo atropelamento que ocorreu ao início da madrugada de sábado, na Avenida Machado Santos, junto à rotunda sul do Estádio da Luz, durante confrontos entre adeptos do Sporting e do Benfica.

O atropelamento mortal deu-se horas antes de um jogo entre o Sporting e o Benfica, da 30.ª jornada da I Liga, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

O homem era adepto do clube italiano Fiorentina e do Sporting. Os dois clubes, tal como o Benfica e outras entidades, lamentaram publicamente o sucedido.

[Notícia atualizada às 18h30: acrescenta que suspeito foi detido]

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG