Pianista Maria João Pires adia concerto em Espanha por razões de saúde

O recital da pianista, que abria esta temporada de concertos da Fundación Scherzo, foi reagendado para 4 de outubro no Auditório Nacional de Música, em Madrid.

A pianista portuguesa Maria João Pires adiou o concerto que tinha previsto para sábado, em Madrid, por motivos de saúde, revelou esta terça-feira a Fundación Scherzo.

Segundo a organização, o recital da pianista, que abria esta temporada de concertos da fundação espanhola, foi reagendado para 4 de outubro no Auditório Nacional de Música, em Madrid.

Embora não tenha sido adiantada a razão, também foi adiado o concerto de Maria João Pires previsto para esta quarta-feira em Atenas, segundo informação divulgada pelo Athens Concert Hall.

Em setembro passado, a pianista, de 77 anos, sofreu uma lesão no ombro provocada por uma queda em Riga, na Letónia, e que a obrigou a uma interrupção nas atuações ao vivo.

Segundo a página oficial da intérprete, estão previstos concertos em fevereiro na Eslovénia, em França e em Espanha.

A 10 de fevereiro atuará em Lisboa com a Orquestra Gulbenkian, dirigida pelo maestro japonês Tatsuya Shimono.

A agenda de Maria João Pires anunciava, para o recital de Madrid, um programa dedicado a Schubert e Debussy, o mesmo que a crítica especializada francesa considerou ter sido interpretado "em estado de graça", no passado mês de novembro, quando a pianista atuou em Lyon.

Em dezembro, Maria João Pires e Martha Argerich juntaram-se em Genebra, para a interpretação do Concerto n.º 10 para dois pianos, em Mi bemol maior, de Mozart, com a Orquestra Suisse Romande e o maestro Daniel Harding, que tem sido transmitido pelos canais Mezzo e Arte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG